Descubra agora o que é o marketplace e como ele funciona

Descubra agora o que é o marketplace e como ele funciona
6 min. de leitura

As vendas em e-commerce no Brasil aumentaram 12,1% já no primeiro semestre de 2018, segundo dados do portal E-commerce Brasil. Nesse contexto, um volume maior de ofertas e condições especiais têm chegado aos celulares e às casas de milhões de brasileiros, fazendo com que seja importante que você saiba o que é marketplace e como ele funciona para desenvolver uma estratégia assertiva de vendas para seu negócio.

Afinal, a maior visibilidade alcançada com a presença de seus produtos em um grande site de vendas é algo bastante promissor e que deve ser considerado em sua abordagem ao consumidor em tempos digitais. Sem isso, você fica limitado apenas à clientela do seu e-commerce, com dificuldades de expandir sua atuação online.

Se quer descobrir o que é marketplace, como ele funciona e por que é importante para o seu negócio, continue lendo e aprenda com as informações a seguir.

Entenda o que é um marketplace

Antes de mais nada, vamos esclarecer que e-commerce e marketplace não são a mesma coisa. A forma mais simples de entender isso é percebendo que um e-commerce se trata de uma loja virtual de uma empresa específica que coloca ali os seus produtos que serão vendidos e enviados por ela mesma aos clientes.

Em um marketplace, esse panorama muda bastante de figura, já que a concorrência é livre e desde grandes marcas até lojas que estão entrando no mercado podem disponibilizar ali  seus produtos e serem igualmente encontradas pelo consumidor.

O próprio nome desse tipo de site comercial faz referência a um grande mercado ou, numa analogia mais precisa, a um shopping center virtual. Ali estarão as vitrines de várias lojas virtuais, umas maiores, outras menores, com ampla opção de preços e condições de negociação de produtos diversos.

Assim como em um shopping, há um número maior de pessoas comprando, transitando ou simplesmente matando a vontade de ver uma determinada mercadoria. Independentemente de qual seja a situação, você pode se beneficiar desse contexto e instigar a clientela a comprar na sua loja.

Conheça os marketplaces mais conhecidos

Além de marketplaces conhecidos mundialmente como eBay ou Amazon, temos no Brasil também grandes nomes com uma atuação extensa no mercado digital. Abaixo vamos citar alguns deles para que você comece a discernir onde pode disponibilizar seus produtos e obter bons resultados com isso. Veja!

Mercado Livre

Talvez você se surpreenda com essa informação, mas o Mercado Livre é uma iniciativa que surgiu de uma multinacional argentina e acabou se tornando o marketplace mais visitado do Brasil. Nele você encontra uma grande variedade de ofertas pelo fato não só de lojas exporem suas mercadorias, mas também de pessoas físicas que vendem e negociam entre si.

Nesse contexto, é comum encontrar produtos usados ou semi-usados a preços realmente baixos, o que é importante levar em consideração, dependendo do tipo de produto que você vende e o quão competitivo o preço dele é.

B2W

Outro marketplace de peso no mercado hoje é o B2W. Ele se trata basicamente da fusão das Lojas Americanas, Submarino, Shoptime e várias outras que decidiram juntar forças a fim de oferecer maior diversidade de produtos e alcançar mais consumidores.

Como em outros negócios desse tipo na internet, o fato da existência de grandes marcas não impossibilita que você coloque a sua loja virtual no site e exponha os seus produtos. Na verdade, isso é até incentivado por eles, já que assim também trazem um número maior de ofertas para o marketplace.

Magazine Luiza

A Magazine Luiza é pioneira na venda online no Brasil e hoje é um marketplace importante no país, com características parecidas com o B2W, já que aglutina ampla variedade de produtos e também aceita lojas virtuais de diversos portes e segmentos em seu negócio.

Além de vender produtos da própria marca e estar associada a outros grandes nomes do ramo, oferece a possibilidade de atuação de vários e-commerce em seu site, possibilitando o crescimento de ambas as partes, tanto da Magazine, quanto das lojas virtuais que expõem suas mercadorias.

Compreenda as características de um marketplace

Falamos bastante em como é interessante para esses marketplaces abarcarem diversos negócios de portes e segmentos variados dentro de seu mercado, já que isso traz um número maior de visitantes pela amplitude e pela variedade de ofertas.

Porém, a relação entre esses shopping centers virtuais e as lojas que disponibilizam produtos neles não para por aí. Em todos eles, é cobrada uma comissão que costuma variar de 9% a 30% do valor da venda, como forma de compensação pela visibilidade alcançada e pelas oportunidades geradas para quem está dentro de um marketplace.

Você pode pensar que tal cobrança é injusta e que, por isso, não valeria tanto a pena colocar a sua loja virtual lá. Na verdade, existem outras questões que você deve pesar para entender por que essa é uma excelente estratégia, a fim de que não desanime por causa de um único fator. Alguns dos aspectos a serem considerados são:

  • quanto você teria de investir em marketing digital e anúncios pagos para conseguir a mesma visibilidade por tempo irrestrito?
  • quantas pessoas você deixa de alcançar e quanto você deixa de acompanhar a concorrência por estar fora de um marketplace?
  • e se as vendas compensarem as comissões e a permanência da sua loja em um marketplace for benéfica ao seu negócio de uma forma geral?

Essas são apenas algumas das perguntas básicas que podem trazer maior discernimento na hora de julgar se vale a pena ou não estar nesse mercado virtual. A verdade é que você precisará, sim, colocar na balança se a comissão não é alta demais comparada ao custo e à saída do seu produto. No entanto, agindo com planejamento e sabedoria, você pode colher bons frutos ao expor seus produtos em sites como esses.

Conheça os benefícios do marketplace para o e-commerce

Você só conseguirá se beneficiar do marketplace se entender o que é preciso ser feito para adequar seu e-commerce a ele. Por isso, elencamos algumas condutas que farão grande diferença na sua atuação e que poderão, de fato, ajudar a vender mais e aproveitar todas as vantagens que o marketplace pode oferecer. Confira!

Exposição dos produtos

Você já pensou em como serão as fotos de exibição dos produtos? Como será a descrição? De que forma esses quesitos contribuirão para que o que você vende tenha mais visibilidade em um marketplace? Nessas horas, dominar alguns princípios do marketing digital como o Search Engine Optimization (SEO) – que em bom português significa nada mais que Otimização para Mecanismos de Busca – faz toda a diferença.

Aspectos como a qualidade da foto e de que forma ela chama a atenção do consumidor e o uso de palavras-chave relacionadas ao seu produto no corpo do texto são algumas das características básicas que devem guiar sua exposição. Procure ser o mais estratégico possível a fim de obter lucratividade.

Consistência

Não adianta você dedicar todos os seus esforços em um marketplace e deixar o seu próprio e-commerce de lado. Se você ainda conta com uma loja física, o mesmo aviso vale para ela. Tenha certeza de que o estoque está integrado a fim de não prometer aquilo que não pode cumprir, como vender uma mesma peça em mais de um desses canais sem perceber por causa do aumento da demanda.

Por isso, procure manter todos os seus canais atualizados e alinhados na linguagem e na qualidade dos textos e das fotos, transmitindo o profissionalismo e a confiabilidade que o consumidor busca. Assim, você certamente poderá vender mais e fidelizar clientes.

Gestão unificada

Conforme dissemos anteriormente, tome cuidado em como irá gerir as diferentes frentes do seu negócio. Se as coisas começarem a crescer muito no marketplace, cuide bem para que isso não afete negativamente o próprio e-commerce e a loja física, pela falta de integração entre esses diferentes canais.

Somente por meio de uma gestão unificada você consegue atender bem toda a sua clientela, independentemente se ela está no marketplace, na sua loja virtual ou mesmo no espaço físico.

Pronto para atender à demanda

Você precisa estar preparado para dar conta de todos esses detalhes a fim de não perder as oportunidades que estar em um marketplace oferece. Se as vendas aumentarem, é importante ter um plano para reposição do estoque e manter um preço competitivo nos diferentes canais em que atua.

Os comentários positivos e negativos que poderá receber de acordo com o trabalho desenvolvido também devem ser levados em conta, já que o que não faltam são botões de avaliação e espaço para comentários a serem vistos publicamente. Na era digital, todo cuidado é pouco.

A partir daí, você poderá finalmente colher os benefícios de estar em um marketplace como:

  • conquistar a confiança de usuários que não conhecem a sua marca, mas já confiam no marketplace, fazendo com que se tornem dispostos a comprar de você;
  • fidelizar clientes, pois esse contexto de maior confiabilidade faz do marketplace um local propício para isso;
  • aumentar o poder de persuasão e a possibilidade de fechar uma venda ao atuar em mais de um marketplace, pois você faz com que seus produtos apareçam mais vezes para um mesmo usuário;
  • alcançar mais pessoas, estar próximo de concorrentes, vendo a forma como atuam, e, assim, desenvolver estratégias de vendas mais competitivas.

São muitas as vantagens de estar em um marketplace e, agora que você já tem as informações corretas após a leitura deste artigo, conseguirá alcançar os resultados que vem buscando e promover o crescimento do seu e-commerce.

Se gostou de descobrir o que é marketplace e como ele funciona, aproveite para conhecer os 5 sinais de que sua empresa precisa investir em vendas pela internet.

Leave a reply

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>